festa!

cartaz

Seguindo o calendário de eventos para relembrar os V anos da revolta da
Catraca, convidamos para nossa terceira e derradeira festa!
As atrações serão as seguintes:

19 hs Acordeon da Palavra (Música e Poesia com César Félix e João
Tragtenberg)
20 hs Grupo de Choro Ginga do Mané
21 hs Maracatu
22hs Trio Borandá
23 hs Samba de Roda

Entrada: 5 pila
Cerveja: 2 pila a lata

Data: 19dejunho, sexta-feira
Local: Sede do Bloco Baiacu de Alguém, na Rua Padre Lourenço R. de
Andrade, 150 – em Santo Antônio de Lisboa
(mapa com localização em: http://baiacudealguem.com.br/localizacao)

Chegar antes das 19hs dá direito a uma lata de cerveja.

Todo o dinheiro será revertido para a realização do evento “Construir a
memória da Resistência – V anos da Revolta da Catraca”. Mais informações
em revoltadacatraca.wordpress.com

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “festa!

  1. cristiano

    Olá, pessoal! Não vou poder estar presente na festa, mas fui um dos participantes das manifestações contra o aumento da tarifa, tanto em 2004 qto nos anos subsequentes e lembro bem do poder que mostramos quando nos unimos em torno desse ideal. A propósito, não seria agora um ótimo momento para que o movimento tomasse novamente as ruas, depois desse segundo aumento anual da passagem? Estou – como muita gente – indignado com o fat de estarmos pagando cada vez mais caro por um serviço absurdamente ruim, que não apresenta sequer uma melhoria desde que foi criado. Se o movimento voltar, gostaria de ser informado. Um abraço a todos! Viva a revolta!

  2. Meus parabéns a todos que fazem parte desta organização. É possível notar a visão cada vez mais ampla do movimento, que vem percebendo a importância e a amplitude da mobilidade urbana sustentável e seus desdobramentos sobre o interesse públido e o REAL DIREITO DE IR E VIR.
    Pedalar, andar a pé ou deixar o carro em casa (ou melhor, na loja) é um direito que vem sendo sutilmente aviltado por um processo longo, lento e contínuo, que remonta à época em que Henri Ford impôs a seus funcionários o pagamento “in natura” com fordecos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s